Em dois anos, Arujá lidera ranking no Alto Tietê de abertura de MEIs

Quem passa por Arujá percebe que a cidade está crescendo em ritmo acelerado e a Prefeitura tem direcionado esforços e iniciativas no sentido de promover, cada vez mais, o desenvolvimento sustentável e econômico do município. Prova disso é que, no período de dois anos, segundo a Receita Federal, Arujá fechou o ano de 2023 com 7.944 microempreendedores individuais (MEIs), que abriram suas empresas na cidade; um aumento de 12,06% se compararmos com o número do ano anterior (7.089), o que garante ao município arujaense o 1º lugar entre as cidades do Alto Tietê nesse quesito. O número reflete o trabalho da atual gestão municipal, com ênfase na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que trouxe a desburocratização e o incentivo necessário para que a população se sinta mais segura para abrir o seu próprio negócio.
Inaugurada em 19 de novembro de 2021, a Sala do Empreendedor realizou cerca de 6,8 mil atendimentos, que variam desde orientações para abertura de microempresas (MEIs), nota fiscal de serviços, Cadastro de Contribuinte Mobiliário (CCM), sendo que 1,2 mil foram presenciais, exclusivamente, para MEIs, e 5,6 mil foram diversos, tanto presenciais quanto por telefone. Além disso, foram realizados 10,5 mil protocolos de viabilidades, que abrangem análise das informações para liberação de licenciamento, alterações e aberturas de empresas. Vale destacar que o intuito do equipamento público é agilizar, por meio da desburocratização, a abertura de empresas, automaticamente desenvolvendo o município.
O prefeito Luis Camargo, o Dr. Camargo, comentou um estereótipo atribuído a Arujá, que agora é apenas passado: “Enfim, estamos de braços abertos para receber novos investimentos. Arujá deixou de ser cidade-dormitório para ser uma cidade empreendedora, e os números comprovam isso”, pontuou.
Visando a um desenvolvimento rápido e sustentável, a Prefeitura de Arujá anunciou ainda, no final do ano de 2023, o “Desenvolve Arujá”, projeto de autoria do Executivo já aprovado na Câmara e que se trata de um plano de incentivo fiscal que estimula a instalação de novas empresas no município, gerando emprego e renda. O trâmite da propositura segue em andamento.
Por fim, o chefe do Executivo Municipal ressalta que Arujá ruma com destino ao futuro, e a Administração Municipal segue empenhada em fornecer todo o apoio, para que o caminho seja cada vez mais fácil para os empreendedores da cidade e gere a cada dia mais Emprego e Renda para a população arujaense.

Compartilhar

Mais notícias

Projetos de Vereadores Mirins serão debatidos em Sessão no Plenário

Os projetos elaborados pelos Vereadores Mirins serão debatidos e votados durante Sessão Solene marcada para a próxima terça-feira (5), a […]

Vereadores Mirins retornam à Câmara para participar de oficina de elaboração de projetos

Os 15 estudantes de Arujá eleitos como Vereadores Mirins voltarão à Câmara Municipal na próxima segunda-feira (26/02) para participar da […]

Casamento Comunitário, promovido pelo Fundo Social de Arujá, une 25 casais

Dia mais que especial para 25 casais de Arujá, que trocaram alianças na 2ª edição do Casamento Comunitário. Desenvolvido pelo […]

ACEA lança plano de saúde personalizado para empresários e associados, sem carência e com custos reduzidos

A Associação dos Comerciantes e Empreendedores de Arujá (ACEA) apresentou nesta terça (26) seu tão aguardado Plano de Saúde em […]