Arujá registra novo crescimento da receita no 2º quadrimestre

Informação foi dada pelo secretário de Finanças durante Audiência Pública realizada na Câmara Municipal

Arujá registrou novo crescimento da receita no 2º quadrimestre de 2022. A cidade arrecadou mais de R$ 176 milhões no período de maio a agosto desse ano, o que representa 47,6% a mais do que o registrado em 2021.
A informação foi dada pelo secretário de Finanças, Caio César Vieira de Araújo, aos vereadores durante Audiência Pública realizada na Câmara Municipal em 29/9.
O balanço financeiro do município ainda destaca o aumento estrondoso das receitas de capital (recurso destinado a investimento) da ordem de 590,8% e da receita patrimonial de 425,1%, totalizando mais de R$ 6,1 milhões.
As receitas tributárias também registraram crescimento, ainda que em percentual menor: 10,9%. No caixa da Prefeitura isso significou uma entrada de R$ 42,2 milhões.
Já as transferências correntes – dinheiro enviado ao município pelos governos federal e municipal –superaram os R$ 124 milhões e a contribuição para iluminação pública (a conhecida taxa da luz) outros R$ 2,02 milhões – aumento de 13%.

Despesas
As despesas empenhadas no 2º quadrimestre somaram R$ 185,8 milhões e foram maiores do que a receita. Apesar disso, Caio Araújo afirmou que “não há elementos para apontar déficit no ano, pois ainda falta um quadrimestre para consolidar a arrecadação”. Ele alertou, no entanto, que a Secretaria tem clareza da necessidade de “acompanhamento constante”, principalmente diante do cenário de incertezas, no pós-pandemia.
Se considerada somente a despesa liquidada, no entanto, as contas da Prefeitura apresentam um resultado primário positivo de R$ 26.843.669,65.

Acumulado
O desempenho das contas públicas também apresenta bom desempenho de janeiro a agosto de 2022. A receita acumulada alcançou mais de R$ 333 milhões, com aumento de 35,9%. À exceção do ITBI todas as receitas também registraram crescimento.

Pessoal
O índice de gastos com pessoal representa 35,70% da receita corrente líquida. No 3º quadrimestre de 2021, o índice era de 40,47% e no 1º quadrimestre de 2022, 38,70%. Mesmo se considerado o crescimento da receita, conforme informou os técnicos da Prefeitura, o aumento dos gastos com pessoal representou apenas 4,5%.
De 2017 até 2022, a queda nas despesas com pessoal chegou a 13,3 pontos percentuais.
A Audiência foi conduzida pelo vereador Jean da Padaria (PDT), presidente da Comissão de Finanças. Participaram da atividade os vereadores Luiz Fernando (PSDB) e João Luiz (PSD).

Compartilhar

Mais notícias

Dupla que atuava em roubos na Dutra é presa pela PM

Uma ação rápida da Polícia Militar (PM) de Arujá na tarde da última quarta-feira (24), levou à prisão dois acusados […]

João Luiz reforça ações do comércio e políticas públicas de saúde, educação e esporte

O vereador João Luiz (PSD) optou por investir os recursos de suas emendas impositivas no incremento a políticas públicas já […]

Crianças do CCCA de Arujá são premiadas por criatividade

Imagine um mundo em que o lixo se transforma em arte, onde a criatividade e a consciência ambiental caminham juntas. […]

Acusado de roubo em Arujá e preso em Itaquaquecetuba horas depois

Um rapaz de 29 anos foi preso na tarde de ontem (27) em Itaquaquecetuba, acusado de ter praticado um assalto […]