Arujá registra primeiro caso da varíola dos macacos; saiba como se prevenir

A Monkeypox ou varíola dos macacos é geralmente uma doença autolimitada, cujos sinais e sintomas duram de 2 a 4 semanas. Operíodo de incubação é tipicamente de 6 a 16 dias, mas pode chegar a 21 dias. A pessoa infectada éassintomática no período de incubação. Os sinais e sintomas iniciais clássicos incluem febre súbita, dor de cabeça, dores musculares, dores nascostas, adenomegalia (caroço no pescoço, axila e virilha), calafrios e exaustão. A detecção de linfadenopatia é uma característica clínica importante, auxiliando no diagnóstico diferencial entre essa e outras doenças. A manifestação cutânea ocorre entre um e três dias após os sinais e sintomas iniciais. A erupçãocutânea da Monkeypox passa por diferentes estágios: mácula, pápula, vesícula, pústula e crostas.
A transmissão entre humanos ocorre, principalmente, por meio de contato pessoal com secreções respiratórias, lesões de pele de pessoas infectadas ou objetos contaminados. A transmissão via gotículas respiratórias usualmente requer contato próximo e prolongado com o paciente infectado. O vírus também pode infectar as pessoas por meio de fluidos corporais. O período de transmissibilidade é encerrado quando o paciente não apresenta mais crostas, e a pele encontra-se cicatrizada.
Deve-se, portanto, evitar contato íntimo com pessoa infectada e com lesões na pele e, como a transmissão também pode ocorrer por gotículas, usar máscara, quando necessário, para proteção, higienizar as mãos com frequência e não compartilhar roupas de cama, toalhas, talheres, copos, objetos pessoais, etc.
A Secretaria de Saúde de Arujá informa que o município registrou, há poucos dias, o primeiro caso de varíola dos macacos ou Monkeypox. Trata-se de um paciente do sexo masculino, de 27 anos, que apresentou sintomas característicos da doença e que buscou atendimento no Pronto Atendimento (PA) Central, onde foi coletada amostra para a realização do exame, que testou positivo no último dia 05.
A Pasta afirmou ainda que o paciente está em isolamento domiciliar monitorado pela própria Secretaria, assim como seus familiares, encontrando-se em bom estado de saúde, tendo recebido todas as orientações sobre os procedimentos que deve adotar para evitar a transmissibilidade para outras pessoas e, inclusive, para animais domésticos.
O prefeito Luís Camargo, assim que soube do caso, fez contato com a Secretaria Estadual de Saúde e determinou à Pasta municipal que fossem adotadas todas as medidas para acompanhamento da situação, prestando todo o suporte ao paciente. Ele reiterou que o município está preparado para atender e identificar eventuais casos da doença, assim como os hospitais criados pelo Governo do Estado.
A Secretaria Municipal de Saúde também orienta que as pessoas que apresentem, por ventura, febre, dores de cabeça e no corpo, além de lesões na pele, procurem a unidade de saúde mais próxima.
Até a presente data, o município de Arujá possui 1 (um) caso positivo de Monkeypox. O quadro clínico do paciente é estável, sem menção de piora nos sinais clínicos característicos da doença. Outros dois casos foram descartados e existe um em análise. Óbitos pela doença não foram registrados.

Compartilhar

Mais notícias

Que tal você e sua família fazerem a refeição no convívio com a natureza

Os bons gourmets, com certeza, conhecem muitos restaurantes. Já se deliciaram com a gastronomia de diversos estados brasileiros e também […]

Confira o que abre e o que fecha neste feriado do Dia do Trabalhador

A Prefeitura de Arujá e outros departamentos da administração municipal não terão expediente nesta segunda-feira (01/05), durante o feriado do […]

Arujá bate recorde de carteiras assinadas no município, com mais de 30 mil empregos, e 34,7% de pessoas ocupadas

“Quando a gente assumiu a Prefeitura de Arujá, existiam grandes ‘gargalos’ na nossa cidade e, graças ao apoio da população, […]

Prefeitura de Itaquaquecetuba implanta opção de pagamento de tributos por cartão de crédito

Os contribuintes de Itaquaquecetuba agora contam com uma nova opção para quitar seus tributos municipais: o pagamento por cartão de […]