Conseg, autoridades e população se reúnem para discutir melhorias para a segurança pública em Arujá

Aconteceu na Câmara de Arujá no dia 14/11, a penúltima reunião ordinária do Conseg do ano. O encontro foi conduzido pelo presidente Benedito Souza Ferreira, o Dito Maguila, e contou com a participação do comandante da 3ª Cia da PM, capitão Anderson Pelegrine, o comandante da Guarda Civil Municipal de Arujá, Diego Silva, o representante da OAB Dr. Elói Rodrigues Ávila e o escrivão de polícia André Cavalcanti.
Antes de passar a palavra para a população Dito Maguila falou sobre o evento ocorrido no último dia 06/11 em São Paulo/Capital com a presença do secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Guilherme Derrite. “Pedimos para o secretário intervir junto ao governador Tarcísio de Freitas no sentido de ouvir o clamor do Conseg. Precisamos de mais delegados de polícia na cidade, Arujá conta com cerca de 100 mil habitantes e só tem um profissional. Também necessitamos de promotores de justiça efetivos, os três atuais não são efetivos e o nosso desejo é de ter pelo menos sete”, cobrou.
Um morador perguntou para Dito Maguila quais foram os avanços que já ocorreram depois da reunião da diretoria do Conseg com o prefeito Dr. Luís Camargo. Maguila respondeu que o chefe do Executivo está trabalhando em todas as frentes para melhorar a segurança pública na cidade. “Mas nós vamos continuar cobrando e fazendo o nosso papel”, colocou Maguila. O comandante da GCM Diego Silva pediu um a parte na resposta e reforçou o compromisso do prefeito de colocar pelo menos uma câmera de segurança em cada bairro do município e olhar com muito carinho para a iluminação pública de um modo geral, assunto que já virou novela, mas que já começou a ganhar capítulos de suma importância, caminhando para um epílogo feliz. “Esse é o desejo de todos nós”, disse Diego.
Uma moradora do Centro Residencial questionou sobre o motivo de uma interdição de uma determinada rua no bairro. Segundo ela, colocaram cavaletes e literalmente fecharam a rua para a realização de um baile de forró ou algo parecido. Chamaram a GCM e ela compareceu para averiguar. Dito Maguila entrou na conversa e informou que um determinado cidadão simplesmente pegou os cavaletes da Prefeitura sem nenhuma ordem e fechou a rua. Mas com a presença da GCM a situação voltou à normalidade.
Morador do bairro Jacarandás, Natal voltou a cobrar da Prefeitura uma solução para a falta de iluminação pública na região da Fundação Casa, passarela da Mogi-Dutra, entre outros locais adjacentes.
Uma moradora do Jardim Leika mostrou-se revoltada com a atitude insana de um vizinho que fica jogando pedras, entre outros objetos, sobre o seu telhado, causando prejuízos constantes. Ela disse que já reclamou com a mãe desse indivíduo, mas a genitora alega que seu filho tem certa doença e que tem laudo médico, inclusive. O escrivão de polícia André orientou essa moradora como agir doravante perante à lei. A moradora já registrou Boletim de Ocorrência e agora aguarda os próximos passos da Justiça.
E nas suas considerações finais Dito Maguila agradeceu a presença de todos e novamente cobrou uma participação maior da população nas reuniões do Conseg. “Aqui é o lugar certo para fazer as cobranças e reivindicações, não adianta ficar apenas cobrando e não comparecer aos nossos encontros”, concluiu.

Compartilhar

Mais notícias

Matrículas abertas para curso gratuito de Eletricista Instalador Residencial

Começa no dia 1º de agosto o curso gratuito de Eletricista Instalador Residencial. Para participar é preciso fazer a matrícula […]

Primavera FC é campeão da “Gigantes da LAF 2021”

No último domingo (28) aconteceu a final da disputa Gigantes da LAF (Liga Arujaense de Futebol). As equipes Aruscania e […]

Inscrições para o programa Frente de Trabalho começam na segunda (11)

A Prefeitura de Arujá anunciou a abertura das inscrições para o Programa Emergencial Auxílio ao Desemprego (Lei Municipal 1835/2005), conhecido […]

Câmara aprova doação de área para construção de escola no Jardim Emília

A Câmara Municipal aprovou em votação definitiva, durante Sessão Ordinária da última segunda-feira (1), o projeto de Lei nº 160/2024, […]