Documentário produzido por jovem de Arujá vence festival internacional “MegaCities ShortDocs”

O documentário “O cinema que veio ao sol”, que foi produzido por jovens estudantes de Cinema e Audiovisual na ESPM, dentre eles a arujaense Maria Garé, foi um dos filmes premiados no festival internacional “MegaCities ShortDocs”. O curta venceu na categoria Melhor Curta Estudante Brasileiro.
Maria Garé conta que foi um projeto muito gostoso em todos os processos, desde a pré-produção até a entrega do filme. “Estamos muito felizes por colher frutos de um trabalho em que nos divertimos tanto e guardamos com tanto carinho”, disse a jovem.
O Curta fala sobre o CineSolar, o primeiro cinema itinerante brasileiro movido a energia solar, levando o cinema a comunidades carentes e promovendo oficinas sobre sustentabilidade e energia solar.
O filme será exibido na TV Cultura no dia 22/12 às 23h, junto com os outros vencedores.

Instalação do CineSolar em praça de cidade do interior. Imagem: Divulgação
Compartilhar

Mais notícias

Inscrições para o curso ‘Gestão Modular Sebrae 4 horas – Descomplique: Formação do Preço de Venda’ estão abertas

O curso de Gestão Modular Sebrae 4 horas- Descomplique: Formação do Preço de Venda está com as inscrições abertas. A […]

São Paulo vai fortalecer e potencializar o turismo, afirma Roberto de Lucena ao ser confirmado na transição do governo Tarcísio

O deputado federal Roberto de Lucena foi anunciado como integrante da equipe de transição do governador eleito em São Paulo, […]

Pessoas a partir dos 18 anos podem receber a vacina bivalente contra a Covid-19

A Saúde de Arujá deu início à vacinação de pessoas a partir dos 18 anos de idade com a vacina […]

Império Visão Imóveis, especialista em imóveis de alto padrão

Especializada em venda, administração e locação de casas, apartamentos, salas e galpões comerciais, em especial de alto padrão, a Império […]