Marcelinho Carioca relata sequestro e nega envolvimento com mulher casada

Após ser sequestrado, o ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca compartilhou um vídeo em seu perfil do Instagram, na madrugada desta terça-feira, 19, ao lado de sua família. Ele expressou sua felicidade por estar de volta em casa e negou novamente ter se envolvido com uma mulher casada.
No vídeo, Marcelinho menciona os membros de sua família presentes, incluindo netos e filhos, ressaltando a importância de estar ao lado deles. Ele também agradece a Deus por sua vida e pela vida de sua amiga Thais, afirmando que ela é uma mulher digna e correta.
O ex-jogador aborda o vídeo anterior em que foi aparentemente coagido a afirmar que estava saindo com uma mulher casada. Ele explica que, sob ameaça de uma arma, foi obrigado a fazer a gravação e nega a veracidade das informações compartilhadas.

Marcelinho conta que estava com um casal de amigos em um show e saiu sozinho do evento. Mais tarde, encontrou Thais em outro local para entregar ingressos de um show ao qual ele não poderia comparecer no domingo.
Ele destaca que, quando se está sob a ameaça de uma arma, é impossível não pensar na própria vida. Marcelinho ressalta que foi obrigado a fazer o vídeo anterior e que não teve escolha.
O ex-jogador também descreve o momento do sequestro relâmpago, explicando que três suspeitos armados o abordaram perto de um baile funk. Ele expressa alívio por ter tido uma segunda chance e agradece pelas orações e apoio recebidos.
No final do vídeo, Marcelinho agradece às pessoas que estavam preocupadas com ele e pede responsabilidade aos jornalistas na apuração dos fatos antes de divulgarem informações.

Polícia prende suspeitos de sequestrar Marcelinho Carioca e exigir resgate
De acordo com o delegado Arthur Dian, durante uma coletiva de imprensa, até o momento, seis pessoas foram conduzidas para a delegacia, sendo que cinco devem ser presas e uma será ouvida como testemunha. O crime foi caracterizado como extorsão mediante sequestro, com os sequestradores exigindo cerca de R$ 40 mil de Marcelinho Carioca, que foram transferidos via Pix.
A Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima sobre um casal sendo mantido refém em uma casa em Itaquaquecetuba. Ao chegarem ao local, encontraram o ex-jogador e sua amiga no cativeiro. O capitão da PM destacou a importância das informações fornecidas pela população para o sucesso da operação.
O caso continua sendo investigado pelas autoridades.

Compartilhar

Mais notícias

Guarda Municipal de Arujá recebe segunda base móvel

A Guarda Municipal de Arujá (GCM) ganhou um reforço na sua frota: uma Base Comunitária Móvel entregue oficialmente na manhã […]

Sucesso: Run Arujá reúne mais de 1,5 mil atletas de Mário Covas

A cidade de Arujá testemunhou no último domingo, dia 17 de setembro, o sucesso estrondoso da corrida Run Arujá, que […]

Semana Pet: Arujá realiza ‘Cãominhada’ neste domingo

A partir das 8h deste domingo, 25, proprietários de cãezinhos poderão participar da Cãominhada. A ação faz parte da Semana […]

Em um ano, Itaquá investe R$ 65 milhões em obras em 12 regiões

A Secretaria de Obras de Itaquaquecetuba divulgou, nesta semana, um balanço que apresenta os trabalhos realizados ao longo de 2023. […]