Arujá é referência ao ser escolhida pelo Governo do Estado por projeto referência do Fundo Social de Solidariedade

O Fundo Social de Solidariedade de Arujá obteve uma importante conquista no último dia 11 quando sua presidente, Clau Camargo, recebeu das mãos da primeira-dama do Estado de São Paulo, Cristiane Freitas, o Manual Técnico de Boas Práticas em projetos sociais, do Fundo Social de São Paulo, com a inclusão de Arujá entre as 15 cidades selecionadas em meio aos 645 municípios paulistas, como referência no Estado. O manual citou Arujá como exemplo pela iniciativa da loja “Vale Reciclar”, que troca itens recicláveis por um “vale verde” para adquirir materiais de limpeza, higiene, brinquedos e quaisquer produtos que estejam nas prateleiras da loja, instalada dentro do próprio Fundo Social de Arujá na avenida Amazonas, 743, no Centro, e inaugurada em 31 de janeiro de 2022.
“Esse é um momento de grande orgulho e celebração para a nossa amada cidade. Nosso projeto, Vale Reciclar, fruto do empenho e dedicação de todos, foi contemplado para ser compartilhado com os 645 municípios de São Paulo, como referência no Estado. Foram 15 cidades que se tornaram modelos para as demais e estamos, felizmente, lá, sendo a única no Alto Tietê. Essa conquista não apenas reconhece o talento e a capacidade da nossa cidade, mas também nos coloca no mapa como um exemplo de projeto para melhorar a vida das pessoas e o cuidado com o meio ambiente. Que continuemos a inspirar outras cidades”, comemorou Clau Camargo.
O evento, que destacou o trabalho do Fundo Social de Solidariedade de Arujá e de outros 14 municípios, aconteceu na Capital, ocasião em que foi lançado o manual técnico do Fundo Social de São Paulo, com o objetivo de fortalecer as redes de apoio e melhorar a qualidade de vida para os que mais precisam. A cerimônia reuniu representantes de mais de 500 municípios do Estado.
O Governo do Estado explicou que o manual técnico expõe uma série de ações implantadas em vários municípios, sempre com o objetivo de colaborar com os Fundos Sociais. Para a escolha dos projetos que foram destacados no manual, os dirigentes do Fundo Social de São Paulo usaram três critérios referenciais: facilidade de implantação, criatividade e ineditismo e consolidação do projeto.
A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Arujá, Clau Camargo, reafirmou que o trabalho continua. “Vamos sempre buscar conhecimento, boas práticas e projetos para tornar Arujá um lugar ainda mais especial para viver, crescer e prosperar. Obrigada a todos por caminharem conosco e fazerem parte dessa jornada. E, também, à nossa primeira-dama do Estado de São Paulo, Cristiane Freitas, e ao Fundo Social de São Paulo, por esse reconhecimento”, finalizou.

Compartilhar

Mais notícias

Documentário produzido por jovem de Arujá vence festival internacional “MegaCities ShortDocs”

O documentário “O cinema que veio ao sol”, que foi produzido por jovens estudantes de Cinema e Audiovisual na ESPM, […]

Câmara de Arujá abre concurso público; salários variam R$ 1.959,44 a R$ 7.453,95

A Câmara de Arujá abriu inscrições para concurso público. Ao todo, serão disponibilizadas seis vagas para os cargos de Auxiliar […]

Blindagem mais acessível? Com a Auto-Blin é possível

Antes um privilégio de motoristas muito abonados, proprietários de importados de altíssimo luxo, o carro blindado começa a conquistar novos […]

Com grande mix de produtos, Ri Happy inaugura loja em Arujá

Preenchendo uma lacuna quando o quesito é comprar brinquedos em Arujá, a Ri Happy abriu ontem (16) as suas portas […]