Itaquá recebe selo de gestão eficiente em ranking estadual de gestão de resíduos sólidos

Índice avalia estratégias e projetos desenvolvidos durante o ano de 2022

O município de Itaquaquecetuba se destacou na gestão de resíduos sólidos em um ranking elaborado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, que avalia as 645 cidades de São Paulo.
Itaquá ficou em terceiro lugar entre os municípios do Alto Tietê e ganhou o selo de gestão eficiente pelo Índice de Gestão de Resíduos Sólidos (IGR), que avalia estratégias e projetos desenvolvidos durante o ano de 2022.
O índice também serve para identificar fragilidades e oportunidades, além de subsidiar o desenvolvimento de políticas públicas estaduais e municipais voltadas à melhoria da gestão.
A nota pode ser de 0 a 10 e o município alcançou 7,8965, atrás apenas de Salesópolis e Suzano e à frente de Guarulhos e Poá. Outros sete municípios da região tiveram nota mediana e dois foram classificados como ineficientes.
“Fiquei muito feliz de alcançarmos essa posição no ranking. Mostra que estamos no caminho certo e que a população está mais consciente e preocupada com o meio ambiente”, declarou a secretária de Meio Ambiente e Saneamento, Yasmim Zampieri.
“Estamos investindo pesado nas questões ambientais no município e é gratificante ver que está dando bons resultados e que podemos conseguir mais recursos para continuar trabalhando em prol da causa”, acrescentou o prefeito Eduardo Boigues.

Iniciativas
Entre as ações desenvolvidas pelo município, destaca-se a criação da Guarda Ambiental para combater o descarte irregular e a criação do projeto EcoItaquá, que promove a educação ambiental através da arrecadação de tampinhas e caixas TetraPak pela troca de produtos no EcoBazar.
Já foram construídos 12 ecopontos em bairros diferentes e PEVs (Ponto de Entrega Voluntária) foram instalados em equipamentos públicos para a arrecadação de recicláveis. Em junho é realizada a Semana do Meio Ambiente, com palestra e doação de mudas, e a secretaria também promove o plantio das mesmas pela cidade.
Ao longo do ano letivo, são realizadas palestras de educação ambiental nas escolas da rede municipal e visitas guiadas ao Parque Ecológico com instituições de ensino, grupos organizados e entidades beneficentes pelo programa Visita ao Parque.

Fotos: Dayane Oliveira e Caroline Assis

Compartilhar

Mais notícias

Secretaria de Meio Ambiente inicia o Projeto Biodiversidade 2023

Dando continuidade em 2023 ao Projeto Biodiversidade, iniciado no ano passado e que visa incentivar a preservação de espécies de […]

Procon Itinerante de Itaquá desembarca nos dias 9 e 10 de novembro no Piratininga

Nos dias 9 e 10 de novembro, moradores do Parque Piratininga vão receber o Procon Itinerante para tirar dúvidas relacionadas […]

Jornada pedagógica de Arujá conduz 1.500 servidores à missão de aprimorar a educação

Arujá respira educação com as múltiplas atividades da Jornada Pedagógica, que chega à terceira edição com a maciça participação dos […]

Mais de 40 pessoas subiram o Monte Jesus Amoroso

Pela 7ª vez o professor Edval Paz e a Equipe de Atletismo Migrantes de Arujá (EAMA) organizaram a subida ao […]