Eliana Elias recebe Título Honorífico de Cidadã Arujaense

Diante de amigos, familiares e autoridades públicas, Eliana Elias tornou-se a mais nova cidadã arujaense. Com mais de 30 anos dedicados ao serviço público, a paulistana recebeu da Câmara Municipal o Título Honorífico de Cidadã Arujaense, durante Sessão Solene realizada no último dia 23 de agosto. A entrega da honraria foi proposta pelo vereador Divinei (PL).
Formada em Direito pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), Eliana teve atuação evidenciada em Arujá na área de assistência social, integrando e criando conselhos de direito, entre os quais, o da Criança e do Adolescente, auxiliando na organização de conferências municipais e no desenvolvimento de políticas públicas voltadas a grupos populacionais de maior vulnerabilidade.
“A história da Eliana se confunde com a própria história da Secretaria de Assistência Social”, discursou Divinei em Tribuna. O parlamentar descreveu Eliana como uma profissional exemplar e ressaltou a importância de se reconhecer e prestigiar profissionais que servem com excelência a população.
O prefeito Luis Camargo disse que a homenageada reúne qualidades únicas. “O município de Arujá tem uma dívida de gratidão com a Eliana”, disse o chefe do Executivo. “Meus parabéns por tudo que você representa para Arujá, para sua família, para a Assistência Social e para a advocacia”, disse o prefeito.
O Presidente da Câmara Municipal, Abelzinho (PL), agradeceu a Eliana pela atuação em defesa do município, em especial os mais vulneráveis socialmente.
“Quando eu tinha por volta de cinco ou seis anos fui acometida por uma fibromialgia, uma doença muito grave que me manteve acamada. Mas eu tinha uma força interior que me impeliu a continuar lutando”, discursou Eliana ao explicar a origem de sua vocação para trabalhar com assistência social. Segundo ela, a maior inspiração foi sua própria mãe, que também se dedicava a trabalhar pelos mais pobres.
Foi Eliana, por exemplo, quem criou o Irmã Dulce, grupo de idosos de Arujá – depois transformado no Centro de Convivência de Idosos – e o Programa Alternativo, voltado ao atendimento de casos de altíssima complexidade social.
Nascida na Capital em 5 de junho de 1961, Eliana chegou a Arujá em 1990. É filha de Antônio Manoel Elias e Maria Aparecida Romano Elias. Casada com Roberto Aparecido Farias Gomes é mãe de José Henrique e de três enteados – Renato, Rosane e Raquel – e avó de Lara, Benício e Samuel.
O projeto de Decreto-Legislativo nº 13/22, proposto por Divinei, foi aprovado pelo Plenário em 2/5/2022 e subscrito por todos os parlamentares, sendo sancionado com a publicação do Decreto-Legislativo nº 262/2022.

Compartilhar

Mais notícias

Arujá marca presença na conferência estadual de assistência social em SP

A cidade de Arujá esteve representada na 13ª Conferência Estadual de Assistência Social, realizada em São Paulo, por seus delegados […]

Maiolino propõe realização de sessão de cinema adaptada para pessoas com espectro autista

O vereador Paulinho Maiolino (PSD) apresentou um projeto de Lei (nº 130/2022) que torna obrigatória a realização de uma sessão […]

Prefeitura de Arujá realiza festa de Dia das Crianças no Estádio Municipal ‘Armando Maiolino’

Mais de 4 mil crianças prestigiaram as atrações e shows de Dudinha e Mariana e da Galinha Pintadinha, além de […]

Itaquá registra redução de 47,59% nos casos de dengue

Itaquaquecetuba registrou a queda de 47,59% em casos de dengue no período de um ano. Dados levantados pela Secretaria de […]