Meiwa Embalagens continua inovando em suas práticas de responsabilidade Sócio Ambiental

O Jornal da Cidade acompanhou, na quarta-feira, 08 de fevereiro, uma dinâmica realizada nas dependências da Meiwa Embalagens, a qual faz parte de diversos projetos de preservação ambiental levados a efeito pela empresa.
O evento, que contou com a participação de parceiros da Meiwa na questão ambiental, versou sobre coleta e descarte correto do óleo vegetal (óleo de cozinha), levando informações importantes à grande parte dos colaboradores da empresa. Nele ocorreram palestras explicativas, perguntas e respostas, e entrega de folders sobre o tema “ciclo da água”, além da solicitação para que repassassem a mensagem aos familiares e amigos.
Vale lembrar que a Meiwa Embalagens, radicada em Arujá há cerca de 31 anos (Km 203,6 – Via Dutra), muito mais que fazer produtos de alta qualidade, usando poliestireno expandido (EPS), conhecido pela marca Isopor®️, no transcorrer da sua trajetória evoluiu também para embalagens sustentáveis, reutilizáveis, recicláveis e biodegradáveis, sempre primando pela logística reversa. Neste sentido investe constantemente em máquinas e equipamentos utilizados em diversos projetos sócio ambientais nos mais diversos Estados do Brasil. Entre eles está o Movimento Viramais. Trata-se de um movimento global, criado e patrocinado pela Meiwa, que, juntamente com diversos parceiros, abriga projetos sociais, os quais, além de gerar renda à cooperativas de catadores, atua também no sentido de conscientizar as pessoas sobre o descarte correto, e a reciclagem para transformação dos descartáveis em novos produtos, deixando de poluir o Meio Ambiente.
No trabalho realizado na quarta-feira, o objetivo é que o óleo vegetal, depois de usado e frio, seja acondicionado em embalagens plásticas (garrafas ou potes), e levado aos postos de coleta existentes no município. Em Arujá, por exemplo, este material será destinado à CORA (Cooperativa de Reciclagem de Arujá), e posteriormente adquirido por uma empresa parceira do projeto para que seja transformado em biodiesel. Isso evitará que o óleo deixe de ser despejado na pia da cozinha, indo para os encanamentos, tubulações e, por fim, chegue aos córregos ou rios, poluindo drasticamente a água que deverá ser tratada para uso nas residências.
Entre as ações do Movimento Viramais, idealizado e bancado pela Meiwa, destacam-se: a cessão em comodato da máquina redutora do EPS, a capacitação e a assistência técnica contínua para as cooperativas, e a instalação de PEVs (Pontos de Entrega Voluntária) exclusivos para o EPS (Isopor®️).
Neste projeto a Meiwa conta, desde 2009, com a importantíssima parceria da Indústria e Comércio de Molduras Santa Luzia. A empresa adquire das cooperativas o resultado da extrusão do EPS para produzir rodapés, perfis, molduras, entre outros produtos utilizados na construção civil, além de itens utilizados no setor de educação, entre eles as réguas. Vale salientar que os produtos feitos deste material possuem longa durabilidade, e, se por qualquer motivo tiverem que ser substituídos, se entregues à Santa Luzia, voltam a ser reciclados.
Segundo Ivam Michaltchuk, diretor técnico, professor e educador ambiental, que atua na empresa há 22 anos, a parceria com a Santa Luzia já transformou mais de 90 mil toneladas de EPS em produtos de alta qualidade e durabilidade.
Representando a Santa Luzia no evento esteve presente a gerente nacional de Captação de Matéria Prima, Vanessa Villalta, que é mestre em saneamento ambiental.
Vale ainda destacar que a Meiwa Embalagens é detentora de diversos prêmios advindos dos trabalhos e projetos desenvolvidos na preservação ambiental.

Compartilhar

Mais notícias

UBS Centro voltará a funcionar anexa ao Centro de Especialidades Médicas (CEM)

Desativada em 2018, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Centro voltará a funcionar até o final deste ano. A […]

Saiba quais tributos são permitidos negociar pelo Refis 2023 de Itaquá

O Programa de Regularização Fiscal (Refis) de Itaquaquecetuba 2023 começou há uma semana e permite que os contribuintes negociem suas […]

Prefeitura de Arujá irá entregar uniformes e kit escolar para todos os alunos da rede municipal no primeiro dia de aula

As aulas na rede municipal de ensino retornam no dia 6 de fevereiro e a Prefeitura de Arujá irá entregar […]

Anvisa aprova extensão do uso pediátrico da CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

Ontem (13), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, em reunião colegiada, a extensão de uso emergencial pediátrico da […]