No Estado de SP, apenas cidades do Alto Tietê foram selecionadas para iniciar vacinação contra Dengue

O Ministério da Saúde informou que 521 municípios brasileiros foram selecionados para iniciar a vacinação contra a dengue via Sistema Único de Saúde (SUS) a partir deste mês de fevereiro. As cidades compõem um total de 37 regiões de saúde que, segundo a pasta, são consideradas endêmicas para a doença.
De acordo com o Ministério da Saúde, a escolha das regiões seguiram três critérios: são formadas por municípios de grande porte, com mais de 100 mil habitantes; registram alta transmissão de dengue no período 2023-2024; e têm maior predominância do sorotipo DENV-2. Vale destacar que pelo menos cinco cidades, segundo o IBGE, não possuem 100 mil habitantes, sendo elas: Arujá, Santa Isabel, Biritiba Mirim, Salesópolis e Guararema. Questionada sobre o critério de escolha, o Ministério da Saúde informou que “para 2024 a estratégia já está definida e as regiões de saúde são as que foram divulgadas. Para o próximo ano, o Ministério da Saúde irá avaliar o cenário epidemiológico da doença e o quantitativo disponível de doses antes da definição da estratégia”.
A Pasta confirmou ainda que serão vacinadas crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, faixa etária que concentra maior número de hospitalizações por dengue.
“A definição de um público-alvo e regiões prioritárias para a imunização foi necessária em razão da capacidade limitada de fornecimento de doses pelo laboratório fabricante da vacina. A primeira remessa com cerca de 757 mil doses chegou ao Brasil no último sábado. O lote faz parte de um total de 1,32 milhão de doses fornecidas pela farmacêutica”.
“Outra remessa, com mais de 568 mil doses, está com entrega prevista para fevereiro. Além dessas, o Ministério da Saúde adquiriu o quantitativo total disponível pelo fabricante para 2024: 5,2 milhões de doses. De acordo com a empresa, a previsão é que sejam entregues ao longo do ano, até dezembro. Para 2025, a pasta já contratou 9 milhões de doses”.
O esquema vacinal será composto por duas doses, com intervalo de três meses entre elas. O Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público. A Qdenga, produzida pelo laboratório Takeda, foi incorporada ao SUS em dezembro do ano passado, após análise da Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec).
Mais informações sobre a vacinação contra Dengue podem ser acessadas no site do Ministério da Saúde.

Vacinação em Arujá
Em Arujá, segundo informou a Prefeitura Municipal, a Secretaria de Saúde ainda aguarda mais informações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde. “Nossa expectativa é que a vacinação se inicie no dia posterior à chegada das doses”.
Como ainda não há data e nem quantidade de doses que serão entregues, a Pasta não tem como passar orientações específicas sobre como será o esquema de vacinação. “Mas, vale salientar que a vacina é muito importante para prevenir casos graves e que as ações de combate a Dengue continuam, pois a vacina será no primeiro momento para adolescentes de 10 a 14 anos”, disse a nota enviada pela prefeitura.
Vale ressaltar que a Prefeitura de Arujá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem realizando diversas ações pela cidade para combater o mosquito Aedes aegypti, que transmite o vírus da dengue por sua picada.

Compartilhar

Mais notícias

Vereadores aprovam maior orçamento da história de Arujá

Em um clima de otimismo e de expectativas positivas para 2023, os vereadores aprovaram por unanimidade o maior orçamento da […]

Pateta vai destinar R$ 100 mil de emendas para UTI Neonatal

O vereador Vinícius Pateta (Rede) visitou as futuras instalações da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal de Arujá. O equipamento […]

Dupla Gian e Giovani abre as comemorações do Aniversário de Arujá nesta quinta-feira

A programação em comemoração ao aniversário de 171 anos de Arujá começa nesta quinta-feira (8), com diversas atrações.Para acompanhar o […]

Itaquá avança na regularização fundiária e inicia levantamento topográfico em 10 núcleos

A Prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria de Habitação, iniciou nesta semana o levantamento topográfico para a regularização fundiária […]