Projeto Vôlei Mania atenderá 400 crianças em Itaquá

A Prefeitura de Itaquaquecetuba e o Projeto Vôlei Mania, que tem o apoio institucional do Instituto Maurício de Sousa, estarão juntos em 2023. Um dos principais projetos sociais, que tem como filosofia promover atividades que visam assistir e proporcionar cidadania para crianças e adolescentes em áreas de vulnerabilidade social, terá seu núcleo no município atendendo cerca de 400 crianças da EMEB (Escola Municipal de Educação Básica) Professor Paulo Nunes, localizada na rua Santa Catarina, 382, no bairro Morro Branco.
O lançamento oficial do núcleo acontecerá nesta quinta-feira (29), no próprio núcleo, a partir das 11h, com a presença do prefeito Eduardo Boigues, da primeira-dama e presidente voluntária do Fundo Social de Solidariedade do município, Mila Prates Queroz, da secretária municipal de Educação, Maria Cristina Perpetuo, dos gestores do Projeto Vôlei Mania, João Marcondes e Kátia Martins, e demais autoridades.
“Acreditamos no poder de transformação social de projetos como esse e é com muita satisfação que abrimos as portas para o Vôlei Mania. Nossa gestão está investindo na educação e no esporte e o projeto vem para somar esforços. Nossas crianças e adolescentes merecem”, ressaltou o prefeito.
A secretária de Educação celebrou a chegada do projeto à cidade. “Estamos trazendo uma novidade para a rede pública municipal, promovendo educação integral aos nossos jovens. Atividades esportivas e de cidadania são alguns dos exemplos da gama de possibilidades trazidas pelo Vôlei Mania e quero agradecer em especial ao prefeito e à primeira-dama por incentivarem nossas ações e darem início a esse projeto. É nossa educação pública municipal avançando a cada dia”, disse.
Com a parceria em Itaquá, o Vôlei Mania está aumentando o número de cidades em que atua. São elas: Mogi das Cruzes, São Paulo, no bairro de São Miguel Paulista, Pindamonhangaba, Poá e agora Itaquaquecetuba. O criador do projeto, João Marcondes, destacou a seriedade de gestão no município.
“Toda a administração da cidade de Itaquaquecetuba mostra que está comprometida com o crescimento em várias áreas, em especial na social. Estamos chegando com o apoio do Instituto Maurício de Sousa para trazer mais esporte, cidadania e contribuir com a educação dos mais jovens, além de possibilitar noções ambientais fundamentais para o futuro de todos”, finalizou.

Projeto Vôlei Mania
O objetivo é utilizar a prática esportiva, sua disciplina e compromisso como ferramenta de promoção de saúde, crescimento ético, moral e participação social. Apesar de sua base esportiva, o projeto não se preocupa apenas com o esporte, atividades lúdicas e aulas educativas, mas com a integração social, educacional, melhora na saúde e com a responsabilidade ambiental, além de promover a integração das empresas apoiadoras com a comunidade em que está inserida.
O vínculo com o esporte é fruto do histórico esportivo de sucesso do seu criador e gestor, o renomado técnico de voleibol João Marcondes, dono de títulos estaduais, nacionais e internacionais com equipes como Report Suzano, Wizard, Ultra, Sada e Funvic. Ele resolveu oficializar o trabalho dedicado aos mais jovens e, em 2015, com alguns parceiros, deu início ao projeto justamente na cidade que o adotou e na qual passou alguns dos melhores momentos de sua carreira: Suzano.
Ao longo dos anos, os números foram aumentando. Do trabalho inicial em Suzano, com 800 crianças de áreas de risco social até os anos seguintes, o projeto passou a atender 2 mil crianças e adolescentes. Com a chegada de novos parceiros de peso como o Instituto Maurício de Sousa (Turma da Mônica) e o Clube Unesco Funvic em 2017, o Vôlei Mania pôde ampliar o trabalho e sua área de atuação, se expandindo para outras cidades. Em 2023, com sede em Pindamonhangaba, ele segue forte. A meta é continuar ampliando o trabalho junto às comunidades das áreas de vulnerabilidade social e também no fortalecimento de voleibol de alto rendimento com a equipe sub-21.

Eixos
Esportivo – O projeto esportivo busca a renovação do vôlei brasileiro. A equipe, agora com sede em Pindamonhangaba, possui dezenas de parceiros e, na temporada 2022, consagrou-se vice-campeã paulista no masculino sub-21. A equipe de base colabora diretamente com o fortalecimento e com a representatividade do esporte no Vale do Paraíba, revelando atletas para os times de alto rendimento, bem como servindo de exemplo para as crianças assistidas pelo projeto social.
Ambiental – Propõe o uso de ferramentas pautadas na educação ambiental contando com um trabalho pedagógico de conscientização ecológica e desenvolvimento sustentável. As ações se dividem em aulas e palestras com especialistas, empresas voluntárias e excursões, visando a formação de atitudes e valores de acordo com as necessidades dos indivíduos e da coletividade.
Educacional – Atua pela implantação de plataformas educativas direcionadas para as crianças do ensino fundamental 1 e 2. A iniciativa também contemplará os assistidos com aulas de reforço escolar, empreendedorismo e bilíngues.

Compartilhar

Mais notícias

Escola Técnica Municipal de Empreendedorismo 4.0 divulga inscrições para diversos cursos

A Escola Técnica Municipal de Empreendedorismo 4.0 deu início às inscrições para os mais diversos cursos de capacitação. O importante […]

Tarifa municipal sofre reajuste após quatro anos e passa a custar R$ 5 a partir de segunda (24)

A partir da próxima segunda-feira (24), as passagens dos ônibus municipais em Arujá passarão a custar R$ 5. O valor […]

Jovem é presa em flagrante com 100 quilos de maconha em Arujá

Na noite da última segunda-feira (20) em uma fiscalização de trânsito da Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante a operação Carnaval, […]

Operação de combate ao furto de energia em Arujá

A Neoenergia Elektro, com o apoio da Polícia Civil, identificou na manhã da última quarta-feira (22), fraude em uma empresa […]