Reivindicações por tolerância e igualdade marcam Sessão Solene de 8 de março

A celebração do 8 de março – Dia Internacional da Mulher – na Câmara de Arujá foi marcada por manifestações em favor da igualdade, tolerância e respeito à diversidade.
Uma das convidadas da noite foi a primeira vereadora transexual eleita no município, a presidente da Câmara Municipal de Salesópolis, Rebeca Barbosa Marcondes (PDT), autora das falas mais contundentes do evento.
Rebeca narrou ao público que lotava as dependências do Plenário Vereador João Godoy as agressões físicas, verbais e psicológicas que sofreu ao longo da vida devido a sua orientação sexual. Em seu discurso, chamou seus colegas parlamentares à responsabilidade: “Temos de estar aqui para defender a vida social e moral das pessoas”, conclamou.
A presidente legislativa de Salesópolis disse ser uma exceção “diante da trajetória difícil e triste das mulheres transexuais no Brasil”. O País é líder no ranking de assassinatos de mulheres trans. Somente em 2022 foram registrados 131 homicídios e 20 suicídios.
“Quando uma mulher trans não está trabalhando no salão de cabeleireiro, está nas ruas. E não é por falta de dignidade, caráter ou integridade, pois essas mulheres têm mais integridade do que muitos de colarinho branco. O que falta é oportunidade”, pontuou.
A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Clau Camargo, falou em seguida e reconheceu a potência do discurso da parlamentar. “Difícil falar depois da Rebeca, mas também me considero uma vencedora”, destacou ao contar sobre suas dificuldades ao vir de Minas Gerais para São Paul0 com apenas 17 anos.
Advogada, Clau Camargo disse que o trabalho no Fundo Social é “uma de suas maiores atribuições”. “O nosso objetivo é dar oportunidade às mulheres. Já formamos mais de 1.500 alunos e 90% deles são mulheres”.
A Sessão Solene foi conduzida pela vereadora Profª Cris do Barreto (PSD), única representante feminina na Casa. Ela é atual Procuradora Especial da Mulher e abriu a atividade destacando a criação da Procuradoria e da rede de apoio às mulheres de Arujá. “O lugar das mulheres é onde ela gosta e onde ela quer estar”, afirmou, ressaltando a importância da união. “Precisamos fortalecer uma às outras, pois uma mulher empoderada, empodera outras também”.

Palestra
Convidada especial da noite, a jornalista Michelle Barros explanou sobre o empoderamento feminino, destacando a influência do processo histórico no comportamento da sociedade e até das próprias mulheres. “Por que falamos em igualdade? Porque existe uma cultura introjetada que nos induz a uma postura patriarcal”.
Michelle trouxe dados sobre a violência doméstica, a dificuldade salarial entre homens e mulheres e, especialmente, entre esses grupos e as mulheres negras.
Único homem a se pronunciar, Abelzinho (PL) cumprimentou e agradeceu a todas as convidadas e ao público e lembrou da trajetória de sua mãe, que também foi presidente do Fundo Social e uma das primeiras professoras da cidade – “é minha maior inspiração”, admitiu ao afirmar que “a missão da Câmara é olhar para o próximo com os olhos de Jesus”.
Também estiverem presentes ao evento os vereadores de Arujá – Divinei (PL), Renan de Arujá (PODE), João Luiz (PSD) e Luiz Fernando (PSDB) e de Salesópolis – Lourenço Francisco de Oliveira Junior (PDT), Walace Braga Quirino (PSDB) e Marco Aurélio Ventura (Avante).
Ainda foi registrada a presença de conselheiras municipais, servidores públicos e lideranças comunitárias.

Compartilhar

Mais notícias

Dia do Trabalhador foi comemorado com ações na Praça do Coreto

Nesta data que homenageia quem realmente faz acontecer (01 – Dia do Trabalhador), seja na saúde, comércio, segurança ou demais […]

Centro avançado de diagnóstico já é realidade em Arujá

A Prefeitura de Arujá entregou no último dia 23 um importante equipamento de saúde para a população arujaense. Trata-se do […]

EcoPower: a maior do Brasil abriu suas portas em Arujá

A EcoPower, empresa número 1 em energia solar do Brasil, é a melhor alternativa para quem quer economizar no consumo […]

Mania de Churrasco ! Abraça campanha beneficente em prol das famílias do sertão nordestino pelo 6º ano

“Na hora de fazer o bem, uma mãozinha sempre ajuda!”. Esse é o novo mote da tradicional campanha promovida anualmente […]