Estudantes de escolas públicas de Mogi participam de projeto que une cinema e teatro

Cine&Cultura fomenta a cultura por meio da sétima arte para crianças e adolescentes que aprendem a gravar curta-metragem e assistem sessões de cinema

Seis escolas públicas estaduais de Mogi das Cruzes foram selecionadas para participarem do projeto de responsabilidade socioambiental Cine&Cultura, um espaço itinerante que une o cinema e teatro para retratar conceitos de convívio social, ético, de cidadania e meio ambiente. O projeto foi criado para promover a cultura por meio da sétima arte. De uma forma lúdica, aborda conceitos importantes para uma vida mais sustentável.
O Cine&Cultura já está acontecendo desde o dia 29 de setembro e segue com agenda de atividades até 26 de outubro. Ele é realizado em duas etapas: a primeira com oficinas de curta-metragem; e segunda com sessões de cinema e teatro. A expectativa é envolver cerca de 3.600 estudantes, com idades entre 10 e 18 anos. O projeto é realizado pelo Instituto Eco Ambiental e Social (IEAS), que conta com o patrocínio da Niterra do Brasil através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Rouanet).
As escolas que participarão da primeira etapa do Cine&Cultura são E.E. José Ribeiro Guimarães (Vila São Paulo) e E.E. Francisco Ferreira Lopes (centro).
Na primeira etapa, que aconteceu entre 29 de setembro a 03 e outubro, grupos de cinco alunos, formados por crianças e adolescentes de 10 a 18 anos, aprenderam os principais conceitos do mundo do cinema como: filmagem, enquadramento de cenas, noções de equipamentos de vídeos, edição, escolha de trilha, criação de personagens, roteiro e iluminação. No final da oficina, os vídeos produzidos pelos alunos foram exibidos para os demais.
Concluída essa etapa, as escolas participantes do projeto Cine&Cultura passaram a receber uma grande estrutura de cinema inflável, que tem 15 metros de altura, com telão, projetor de áudio e vídeo para exibir sessões de cinema, promover interações teatrais e workshops sobre uso de água e energia, reciclagem e segurança no trânsito. Primeiro é encenada uma peça de teatro com dois personagens dos contos de fadas, com duração de, no máximo, sete minutos, para retratar situações reais. Na sequência, começam as exibições de curtas metragens voltadas à sustentabilidade. Para reforçar o que foi transmitido, são realizados workshops no final da exibição de cinema falando sobre sustentabilidade, abrindo espaço para discussão, questionamento e diálogo entre os participantes
Por dia estão sendo realizadas quatro sessões do Cine&Cultura nas escolas indicadas para receber o projeto, sempre às 9h, 11h, 13h30 e 15 horas. Os trabalhos técnicos de montagem começam cedo, sempre às 5 da manhã, para que os estudantes sejam surpreendidos pelo cinema itinerante assim que chegarem na sua unidade escolar.
Até o dia 26 de outubro, vai percorrer as unidades E.E. José Ribeiro Guimarães (Boturu), E.E. José Ribeiro Guimarães (centro), E.E. Maria Isabel Santos Mello (Jundiapeba), E. E. Profª Branca Baumann do Amaral (Jardim Layr), E.E.Profº José Ayumar G. de Miranda (Estr. Mun. São Bento do Lambarí) e E. E.Vereador narciso Yague Guimarães (Vila Natal).
Assim que encerrar as atividades no Alto Tietê, o projeto Cine&Cultura seguirá para a cidade de Mogi Mirim, interior do Estado.

Compartilhar

Mais notícias

Arujá assina termo de cooperação com a Receita Federal para implantação do PAV

Na última terça-feira (28), a Prefeitura de Arujá sediou mais um marco rumo ao desenvolvimento da cidade. O prefeito Luis […]

Edital de convocação para assembleia geral extraordinária

Edital de convocação para assembleia geral extraordinária

Apae Arujá completa 34 anos e anuncia ampliação do prédio para 2024; Abelzinho e Camargo garantem R$ 1 milhão

A Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae) de Arujá comemorou ontem (17), 34 anos de existência no município. […]

Arujá reduziu em 45% a taxa de Mortalidade Infantil, segundo a Fundação Seade

Dados divulgados neste mês de janeiro pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) apontaram uma queda de 45% […]