Simulado de deslizamento de terra e resgate é realizado pela Defesa Civil de Itaquá

Objetivo foi preparar as equipes de resgate e a população do entorno para casos reais

A Secretaria de Segurança Urbana de Itaquaquecetuba, por meio da Coordenadoria de Defesa Civil do município, realizou em conjunto com o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil estadual o primeiro simulado com deslizamento de terra e resgate no bairro Cidade Nova Louzada. O objetivo foi preparar os serviços de resgate e a população do entorno para situações emergenciais.
A ação contou com a participação da Polícia Militar, Ecopistas, Sabesp, EDP, Defesa Civil de outras cidades, além da presença do prefeito Eduardo Boigues e demais autoridades. “É importante que a população saiba quais são as áreas de risco de Itaquá. Estamos aqui para aprender e nos prepararmos juntos”, enfatizou o prefeito.
O simulado contou com um total de 11 “vítimas”, sendo uma fatal, três com grau de gravidade vermelho, que é quando ocorre risco de morte, e sete vítimas no grau verde, que é quando sofrem escoriações e ferimentos leves. Mas o simulado não parou por aí: as vítimas foram encaminhadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA).
Ainda no Louzada, houve atendimento nas tendas da Secretaria de Saúde, Conselho Tutelar, cadastro social e habitacional, além de encaminhamento para um abrigo, montado em uma escola próxima ao local do deslizamento. Cerca de 300 pessoas, entre participantes do simulado e espectadores, estiveram presentes.
Um trailer foi cedido pela Ecopistas, havia uma tenda para o posto de comando e a estrutura do evento contava com gradil, banheiro químico, tenda para os visitantes, palco, megafone e viaturas para o resgate. A Guarda Civil Municipal, Polícia Civil e o Departamento de Trânsito também prestaram suporte durante a ocorrência.
“Foi o primeiro simulado, mas precisamos continuar aprendendo, entender quais são as rotas de fuga, o que fazer e como agir durante qualquer desastre natural. É um marco para nossa cidade não apenas por ser o primeiro, mas pela importância que tem”, relatou o coordenador da Defesa Civil, Anderson Marchiori.
Em casos de desastre é fundamental que o Corpo de Bombeiros seja acionado imediatamente pelo 193, seguido pelo Samu (192), Defesa Civil (199), GCM (153) e PM (190).

Compartilhar

Mais notícias

ACEA lança plano de saúde personalizado para empresários e associados, sem carência e com custos reduzidos

A Associação dos Comerciantes e Empreendedores de Arujá (ACEA) apresentou nesta terça (26) seu tão aguardado Plano de Saúde em […]

Matrículas abertas para curso gratuito de Eletricista Instalador Residencial

Começa no dia 1º de agosto o curso gratuito de Eletricista Instalador Residencial. Para participar é preciso fazer a matrícula […]

Expo Aflord termina neste final de semana

Se você gosta de flores não pode perder a Expo Aflord, uma das maiores feiras do segmento da região, que […]

Câmara homenageia cowboy arujaense por vitória no Itaquá Rodeio Fest

A Câmara Municipal de Arujá homenageou, por meio da Moção de Parabenização e Aplausos nº 198/2023, o cowboy e atleta […]